Início | Prefeitura | Notícias | Intranet | Webmail 
Documento sem título
SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO 2013
 

SNT2012.jpg

 

TEMA: “DÉCADA MUNDIAL DE AÇÕES PARA A SEGURANÇA DO TRÂNSITO – 2011/2020:
NÃO EXCEDA A VELOCIDADE, PRESERVE A VIDA”.

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) divulgou o tema a ser trabalhado pelos órgãos de trânsito, este ano, durante a Semana Nacional de Trânsito. Ainda dentro do cronograma da Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito, definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) escolheu o tema “Álcool, outras drogas e a segurança no trânsito: efeitos, responsabilidades e escolhas”. 

A nova lei seca 12.760/12 (LEI SECA II) vem com mais vigor para que haja menos violência no trânsito. Agora a tolerância é zero, é proibido o consumo de bebidas alcoólicas antes de dirigir.

Atualmente, cerca de dois milhões de pessoas morrem por ano vítimas da violência no trânsito, e o número de feridos é ainda mais alarmante. Apesar de os esforços dos órgãos de trânsito, a ocorrência de acidentes cresce a cada ano. É sabido que um dos fatores, atualmente, causadores de acidentes é o consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas, mesmo com o enrijecimento da lei seca, que impõe ao condutor sob efeito de álcool multa de R$  1.915,40, além de perder seu direito de dirigir suspenso por 12 meses. Se a concentração de álcool for superior a 0,34dg/l. além da multa e da suspensão do direito de dirigir, o infrator estará sujeito a prisão de seis meses a três anos. A lei considera crime conduzir veículo alcoolizado.

O álcool é um dos fatores que mais causa acidentes no trânsito. O abuso causa danos nas funções motoras e psicológicas aumentando o risco de acidentes em conjunto com a direção veicular.

De acordo com o Ministério da Saúde (dados coletados em 2011), 21% dos acidentes de trânsito estão relacionados ao consumo de álcool. Uma em cada cinco vítimas de acidente de trânsito atendidas nos prontos-socorros do País estava sob efeito de bebida alcoólica. O levantamento revelou que entre as pessoas envolvidas em acidentes de trânsito, 22,3% dos condutores, 21,4% dos pedestres e 17,7% dos passageiros apresentavam sinais de embriaguez ou confirmaram consumo de álcool. Entre os atendimentos por acidentes, a faixa etária mais prevalente foi a de 20 a 39 anos, ou seja, 39,3%.

No Brasil, 1 em cada 5 vítimas de acidente de moto usa droga ou álcool. Dados de levantamento feito pelo Hospital das Clínicas em 326 casos ocorridos entre fevereiro e maio deste ano mostram também que 44% dos acidentados sofreram lesões graves e politraumatismos, e 23% não tinham habilitação.

Dados levantados em Criciúma:

Levantamento parcial realizado no IML de Criciúma(2008/2009 e 2011: Um levantamento parcial dos acidentes de transito, com vítimas fatais, ocorridos em Criciúma, 36,5% tinham álcool no sangue acima dos valores permitidos, 2,6% outras drogas e 1% cocaína.(COMAD- Criciúma).

Em 2011, foram gastos pelo MS R$ 200 milhões em internações no SUS para vítimas de acidentes de trânsito, sem contar com reabilitação e com segunda cirurgia, muito freqüente em vítimas de acidentes. Muitos ficam com incapacidade física, mental e ou psicológicas graves, que impedem uma vida normal.

A Semana Nacional de Trânsito – prevista no artigo 326 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – terá a missão de fazer  o cidadão refletir sobre sua responsabilidade enquanto cidadão e integrante do sistema viário. A programação ocorre, anualmente, de 18 a 25 de setembro, mas em criciúma  ocorrerá de 16 a 25 (veja aqui o cronograma).

De acordo com o CTB, a  ASTC lança o projeto com o tema “Álcool e velocidade, a combinação que emociona, é a mesma que mata” levando em conta os anseios da sociedade e as nefastas conseqüências dessa perigosa mistura constatadas pelos dados dos órgãos oficiais, esse tema tem como propósito, conscientizar a população do perigo de dirigir alcoolizado.

Cronograma_Final - Frente.jpg

Gerência de Educação para o Trânsito e Cidadania
educacao@astc.sc.gov.br

Atualizado em 02/09/2013

--------------------------------------------------------------------------------------------------

SNT2012.jpg

 

TEMA: “DÉCADA MUNDIAL DE AÇÕES PARA A SEGURANÇA DO TRÂNSITO – 2011/2020:
NÃO EXCEDA A VELOCIDADE, PRESERVE A VIDA”.

Dando continuidade às ações da Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito, proclamada pela Organização das Nações Unidas em 2010, o Conselho Nacional de Trânsito definiu o tema da Semana Nacional de Trânsito de 2012.

Atualmente cerca de 2 milhões de pessoas morrem por ano, vítimas da violência no trânsito, e o número de feridos é ainda mais alarmante. Levando em conta que dois dos principais fatores que influenciam no crescimento da taxa de mortalidade no trânsito são a relação “comportamento e segurança dos usuários” e o excesso de velocidade, e os relatórios internacionais sobre acidentes de trânsito, o Contran definiu o tema da Semana Nacional de Trânsito 2012 como: “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Não exceda a Velocidade, Preserve a Vida”.

A velocidade é tema inédito na semana nacional, e o principal foco é a conscientização de jovens entre 18 e 25 anos, considerados o grupo mais vulnerável e de maior exposição ao risco de acidentes de trânsito. Para traçar e realizar as ações o Contran definiu como prioridade a necessidade de unir esforços intersetoriais, visando a redução dos acidentes de trânsito.

JULIO FERRAZ ARCOVERDE
Presidente do Contran e Diretor do Denatran

Atualizado em 31/05/2012

--------------------------------------------------------------------------------------------------

icone_setinha.png VEJA COMO FOI A SEMANA NACIONAL DE TRÂNSITO 2011 EM CRICIÚMA

 

img_pacto3.jpg

Década Mundial de Ações Para a Segurança do Trânsito
2011/2020: Juntos podemos Salvar Milhões de Vidas.
 

 

A ASTC em acordo com o CTB lança este projeto, tendo em vista que a Semana Nacional de Trânsito de 18 a 25 de setembro de 2011 é de suma importância para a real mudança do trânsito de nossa cidade. Devemos lembrar que assim como a data, o tema é escolhido pelo órgão máximo de trânsito da federação: DENATRAN.

O propósito deste tema é de reduzir pela metade o número de fatalidades no trânsito mundial. Atualmente, registram-se mais de 1 milhão e 300 mil mortes por ano e milhões de pessoas feridas, algumas incapacitadas permanentemente, atingindo de forma majoritária aquelas na faixa etária de 15 a 44 anos de idade, significativa parcela da sociedade.

De acordo com sucessivos relatórios da Organização Mundial da Saúde, as perdas provocadas pela violência do trânsito representam uma das maiores preocupações da entidade, caracterizando-se como um problema de saúde pública com proporções epidêmicas.

O Brasil registra um índice de 18.9 fatalidades por grupo de 100 mil habitantes, enquanto em outros países, registram uma taxa de 5 mortes por 100 mil habitantes.


Gerência de Educação para o Trânsito e Cidadania
educacao@astc.sc.gov.br

Atualizado em 14/10/2011

--------------------------------------------------------------------------------------------------

 

ASTC © 2010-2014. Todos os direitos reservados.


Rua Cel. Marcos Rovaris, 443 - Centro - Criciúma - SC
Fone (48) 3462-3800 / CEP 88801-100

Horário de atendimento ao Cidadão: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.